Um Blog de poesia, imagens estudos das Escrituras, mensagens e textos engraçados
Querida Ambientalista, Cartógrafa, Geógrafa, e mãe nas horas vagas:

O tatu se instalou em buraco próximo ao canteiro. Com todo o perfeccionismo ecológico de sempre estamos pensando em colocar água no buraco pra tirar ele de lá. Mas fico imaginando se a nossa ambientalista não pensaria numa solução menos dramática. Talvez se fizéssemos fogo com as espécimes de árvores centenárias próximas e insuflássemos a fumaça para dentro do buraco, fosse uma solução mais adequada, porém pode ser que esse tatu esteja aqui a mais tempo que imaginamos justamente por antever os movimentos humanos pra tentar desalojá-lo. Se os Tamo-nem-aí e outras tribos indígenas não conseguiram expulsar o individuo daqui, se nem os espanhóis na época dos bandeirantes, tendo em vista aquelas moedas douradas próximas ao buraco com aparência de dobrões que a gente jogou fora, não foram eficazes pra tirar o carapacento da fazenda, porque é que, penso eu, usando métodos normais, possamos conseguir retirá-lo de lá? Talvez se fizéssemos uma trilha com os pedaços de porcelana que encontramos na escavação para tirar amostras do terreno, trazendo alguns remanescentes de tribos indígenas da região e cantássemos alguns cânticos da antiguidade, gerasse uma certa nostalgia e ele saísse para observar o que estava acontecendo, ai era só usar a retroescavadeira pra impedir que ele voltasse para o buraco. Ainda não temos uma análise preliminar de risco da situação mas vamos fazer uma brainstorm no Workshop de captura do tatu no diálogo de segurança e meio-ambiente nos próximos dias.

Sds.
De sua fiscalização de campo.
publicado por wellcorp às 18:15 | link do post
tags:
Querida Ambientalista, Cartógrafa, Geógrafa, e mãe nas horas vagas:

O tatu se instalou em buraco próximo ao canteiro. Com todo o perfeccionismo ecológico de sempre estamos pensando em colocar água no buraco pra tirar ele de lá. Mas fico imaginando se a nossa ambientalista não pensaria numa solução menos dramática. Talvez se fizéssemos fogo com as espécimes de árvores centenárias próximas e insuflássemos a fumaça para dentro do buraco, fosse uma solução mais adequada, porém pode ser que esse tatu esteja aqui a mais tempo que imaginamos justamente por antever os movimentos humanos pra tentar desalojá-lo. Se os Tamo-nem-aí e outras tribos indígenas não conseguiram expulsar o individuo daqui, se nem os espanhóis na época dos bandeirantes, tendo em vista aquelas moedas douradas próximas ao buraco com aparência de dobrões que a gente jogou fora, não foram eficazes pra tirar o carapacento da fazenda, porque é que, penso eu, usando métodos normais, possamos conseguir retirá-lo de lá? Talvez se fizéssemos uma trilha com os pedaços de porcelana que encontramos na escavação para tirar amostras do terreno, trazendo alguns remanescentes de tribos indígenas da região e cantássemos alguns cânticos da antiguidade, gerasse uma certa nostalgia e ele saísse para observar o que estava acontecendo, ai era só usar a retroescavadeira pra impedir que ele voltasse para o buraco. Ainda não temos uma análise preliminar de risco da situação mas vamos fazer uma brainstorm no Workshop de captura do tatu no diálogo de segurança e meio-ambiente nos próximos dias.

Sds.
De sua fiscalização de campo.
publicado por wellcorp às 18:15 | link do post
tags:
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
comentários recentes
Eu já disse que você é demais, mas, não custa nadi...
Você é um ser lindo!
tudo precisa de fundamento:oque significa raiz ori...
tudo precisa de fundamento:oque significa raiz ori...
You pretty much said what i could not effectively ...
You pretty much said what i could not effectively ...
Maneiro!
Maneiro!
tags

todas as tags

Posts mais comentados
29 comentários
29 comentários
6 comentários
6 comentários
5 comentários
5 comentários
3 comentários
3 comentários
subscrever feeds
SAPO Blogs